Tradução juramentada precisa de reconhecimento de firma?

Saiba como funciona a tradução juramentada e quais os trâmites necessários neste tipo de serviço

Se você já precisou de uma tradução juramentada, com certeza sabe que trata-se de um processo sério e que exige cuidado e atenção. 

Isso porque, esse tipo de tradução é destinado a documentos oficiais, que dependem de um profissional especializado para transpor seu conteúdo para outro idioma e, assim, atribuir sua devida validade legal. 

No entanto, há quem ainda tenha dúvidas sobre esse tipo de tradução, principalmente no que diz respeito à como ela é feita e os processos que a envolvem. Pensando nisso, trouxemos um conteúdo completo sobre o assunto. Confira!

O que é tradução juramentada? 

Destinada a tradução de documentos considerados oficiais, a tradução juramentada consiste basicamente na transposição das informações de um idioma para outro, feitas por um profissional especializado, o tradutor juramentado. 

Indicada tanto para quem vai sair do Brasil para outro país, quanto para quem está chegando de território estrangeiro, esse tipo de serviço é responsável por garantir a validade legal dos documentos em ambos os casos.

Como ela é feita? 

Realizada por um tradutor juramentado – profissional concursado e credenciado na Junta Comercial do Estado em que atua – a tradução pública é executada a partir do fornecimento dos documentos e definição do idioma de destino. 

Isso porque, para ser aceita pelos órgãos competentes no exterior, é preciso que as informações estejam em um idioma compreensível para as autoridades, sendo necessário se informar sobre a língua aceita no país em questão.

Após enviar as informações para o tradutor, ele avaliará qual a melhor forma de transpor o conteúdo do seu documento, a fim de garantir que ele esteja fiel ao documento original, sem qualquer ruído na informação.

Quem pode fazer a tradução juramentada? 

Ao contrário do que muitos pensam, não basta dominar o idioma para realizar uma tradução juramentada. O profissional responsável por este tipo de tradução precisa passar por um concurso público, que o atribui a fé pública para desempenhar tal função. 

Além disso, o tradutor também precisa ser registrado na Junta Comercial do Estado em que reside, podendo ou não estar associado a uma empresa especializada.

Para quais documentos ela é necessária?

Dentre os documentos mais comuns que precisam de tradução pública, podemos destacar: 

  • Documentos pessoais: Passaporte, carteira de habilitação, carteira de vacinação, certidão de casamento, certidão de nascimento e certidão de óbito;
  • Documentos jurídicos: Autos de processo, contratos, sentenças judiciais, testamentos;
  • Documentos financeiros: Extratos bancários, comprovantes de renda, comprovantes transacionais;
  • Documentos escolares: Diplomas, certificados de conclusão de curso, históricos escolares.

Afinal, a tradução precisa de reconhecimento de firma? 

homem assinando tradução juramentada com reconhecimento de firma

Na teoria, os documentos que passam pela tradução juramentada não precisam de reconhecimento de firma. Isso porque, como é realizada por um profissional dotado de fé pública, já possuem a validade legal necessária. 

No entanto, há alguns casos específicos em que o reconhecimento de firma em cartório pode ser solicitado, como é o caso dos documentos apostilados para países que não fazem parte da Convenção de Haia, sendo necessário avaliar cada situação individualmente. 

Neste caso, os documentos precisam ser regulamentados pelo Escritório de Relações Exteriores (ERESP), que só podem dar andamento no processo após o reconhecimento das assinaturas feitas em cartório.

O que garante sua validade legal? 

A assinatura do tradutor público por si só, já confere a validade legal aos documentos traduzidos e, portanto, torna dispensável qualquer outro trâmite com tal finalidade.

É importante ressaltar que é preciso contratar os serviços de um profissional qualificado para evitar qualquer atraso no seu processo ou ainda, problemas futuros com a tradução.

Como escolher uma boa empresa de tradução?

O segredo para escolher uma boa empresa de tradução está na pesquisa. Busque informações sobre a reputação, trabalhos desenvolvidos e avaliações de outros clientes sobre o serviço de tradução juramentada. 

Informe-se sobre a experiência dos profissionais e os tipos de ferramentas utilizadas no processo para ter a ciência de que a instituição possui os recursos necessários para entregar uma boa tradução. 

Além disso, atente-se às facilidades oferecidas pela empresa, uma vez que nos dias atuais, já é possível realizar a tradução juramentada sem qualquer burocracia ou complicação, de forma 100% digital. 

Na Click Traduções, você encontra tradutores técnicos e juramentados experientes, que contam com o auxílio de ferramentas modernas e atualizadas para realizar suas demandas com excelência e qualidade. 

Além disso, todo o processo é feito de forma digital, sem que você precise perder tempo com deslocamento e longas filas. 

Aqui, priorizamos a comodidade, modernidade e segurança, com o objetivo de tornar a experiência de nossos clientes ainda mais completa.

Entre em contato com a nossa equipe e solicite seu orçamento. Ficaremos felizes em atendê-lo(a)!



Open chat