Em quais países é possível validar sua graduação para trabalhar no exterior?

Saiba em quais territórios seu diploma é aceito e o que fazer para garantir sua validade no exterior!

Construir uma carreira renomada no exterior é com certeza o sonho de milhares de brasileiros que ambicionam alavancar sua vida profissional e, consequentemente, encontrar melhores condições para se desenvolver. 

No entanto, tirar esses planos do papel pode não ser uma tarefa tão simples quanto você imagina. 

Isso porque, para que o seu diploma de graduação seja reconhecido em território estranheiro e você possa, enfim, trabalhar no exterior, é necessário recorrer a uma série de processos burocráticos que a maioria das pessoas ainda desconhecem. 

A fim de trazer essas informações e explicar como validar sua graduação para conquistar a tão sonhada carreira internacional, reunimos a seguir, tudo o que você precisa saber para ficar por dentro deste assunto. Acompanhe!

Como validar um diploma brasileiro no exterior? 

Ao se formar em uma graduação no Brasil, seu diploma tem validade em todo território nacional, sendo o documento que comprova para outras instituições e para o mercado de trabalho, que você possui o conhecimento necessário na área de atuação que escolheu. 

Entretanto, conforme explicamos acima, ele não possui qualquer validade no exterior sem antes passar por um processo governamental, também conhecido como revalidação de diploma, além da tradução juramentada. 

Este processo é composto por uma série de outros processos, que tem como objetivo principal, tornar as informações contidas no seu documento compreensíveis para as autoridades no exterior, além de atestar que são verídicas e condizentes com a realidade. 

É importante ressaltar que as etapas a seguir são indispensáveis para atribuir validade legal tanto aos diplomas de graduação (ensino superior), quanto aos diplomas de ensino médio, além de outros documentos solicitados na imigração.

Tradução juramentada

O primeiro passo para validar seu diploma e conseguir trabalhar no exterior é realizar a tradução juramentada dos seus documentos. 

Em linhas gerais, trata-se de um serviço relativamente simples e mais comum do que imaginamos. 

Executado por um profissional especializado, concursado e dotado de fé pública, o tradutor juramentado é quem vai garantir que as informações contidas no documento sejam traduzidas para o idioma do país em questão e sejam compreendidas pelas autoridades de lá.

Ele ainda tem a responsabilidade de atribuir validade legal aos documentos, garantindo que sejam reconhecidos como oficiais em território estrangeiro. 

Destinado exclusivamente a documentos oficiais – diplomas, certidões de nascimento, casamento, passaportes, documentos pessoais, financeiros e jurídicos – a tradução juramentada é uma das etapas primordiais do processo.

Apostilamento – Apostila de Haia

Com a tradução do diploma em mãos, é hora de realizar o apostilamento dos seus documentos. Aceito por países signatários da Convenção de Haia, trata-se de uma apostila que atesta a autenticidade de documentos públicos. 

Este serviço é realizado em cartórios credenciados pelo Conselho Nacional de Justiça e visa facilitar a aceitação de documentos entre os países participantes do tratado. 

A Apostila de Haia e seu apostilamento em documentos é aceita em mais de 112 países signatários da convenção e, assim como a tradução juramentada, é fundamental para tornar seu diploma válido no exterior.

É importante destacar que, para países que não fazem parte do tratado, será necessário confirmar o processo de legalização dos documentos.

Validação com os órgãos competentes

O próximo passo consiste basicamente em enviar as documentações para o país de destino e aguardar que os órgãos competentes façam a validação. 

O processo pode durar em média seis meses para que enfim, você tenha um retorno positivo ou negativo da solicitação. 

Pode ser requisitado ainda que você faça uma prova de proficiência para atestar que tem os conhecimentos necessários para desempenhar as funções atribuídas ao seu diploma. 

O teste costuma ser aplicado no idioma oficial do país, sendo necessário ter o domínio da língua em questão para conseguir desenvolvê-lo.

Quais países aceitam o diploma brasileiro para trabalhar no exterior?

mulher a trabalhar no exterior após validação de diploma brasileiro

Via de regra, ao cumprir todas as etapas e exigências do país para o qual pretende ir, seu diploma será aceito em qualquer território estrangeiro. 

No entanto, é preciso ressaltar que todos os outros documentos precisam estar em conformidade com a lei vigente para que você consiga trabalhar legalmente no exterior.

Para isso, é preciso realizar a tradução juramentada com uma empresa de confiança, garantindo que as informações sejam traduzidas com qualidade e a validade legal dos documentos, devidamente atribuída. 

Só assim é possível se certificar de que todo processo para trabalhar no exterior ocorrerá de forma tranquila, resultando na aprovação do seu diploma e da sua imigração, aproximando ainda mais seus sonhos da realidade! 

Conheça o Click Traduções e os serviços de traduções de documentos online! Solicite já seu orçamento



Open chat