Quais os principais usos da tradução jurídica?

Saiba quando a tradução jurídica pode ser necessária e a importância de escolher um profissional especializado

Se você já precisou de algum serviço de tradução, provavelmente deve ter se deparado com diversas opções disponíveis no mercado: tradução livre, tradução juramentada e até mesmo tradução jurídica

E, embora todas tenham a mesma finalidade – realizar a transcrição das informações de um idioma para outro – nem sempre se aplicam aos mesmos casos.

Isso porque, cada tipo de tradução é destinado a uma categoria de documentos, sendo necessário compreender qual o mais recomendado de acordo com a sua necessidade de modo a evitar problemas futuros. 

Essa exigência se aplica principalmente quando falamos na tradução jurídica – uma das mais complexas e específicas do mercado. 

O que é a tradução jurídica? 

Em linhas gerais, a tradução jurídica é a transposição de idiomas destinada a documentos relacionados ao universo judicial.

Feita por um profissional especializado neste tipo de serviço, pode ser necessária para compreensão e comprovação legal de documentos emitidos fora do território no qual estão sendo apresentados.

Isso se aplica tanto a processos internacionais, quanto em terras de solo brasileiro.

Quando ela é necessária? 

Conforme mencionamos anteriormente, a tradução jurídica pode ser requisitada quando o processo judicial envolve documentos emitidos em idioma estrangeiro. 

Ela é necessária em processos das mais diferentes naturezas, que podem ir de solicitação de dupla cidadania a reconhecimento de paternidade, dentre outras situações que precisam ser resolvidas judicialmente. 

Dentre os documentos comumente traduzidos por profissionais desta área em específico, podemos destacar: 

  • Autos de processos;
  • Contratos sociais; 
  • Documentos pessoais;
  • Documentos financeiros;
  • Decisões judiciais;
  • Documentos pertinentes ao processo de imigração;
  • Documentos pertinentes ao litígio;
  • Fundos fiduciários;
  • Relatórios oficiais; 
  • Patentes;
  • Testamentos;
  • Transcrições de depoimentos.

Além desses, existem uma série de outros documentos que podem precisar passar pelo processo de tradução com um profissional especializado, sendo necessário avaliar cada caso individualmente.

Quem pode realizar esse tipo de tradução? 

Assim como a tradução juramentada, a tradução jurídica deve ser realizada por um profissional especializado neste segmento. 

Isso porque, dada a complexidade dos assuntos, a presença de terminologias específicas e outras particularidades da transposição das informações contidas nesses documentos, o conhecimento específico é um fator decisivo na qualidade do trabalho executado. 

Contratar um profissional inexperiente e que não esteja familiarizado com a linguagem da área jurídica, pode resultar em uma tradução com falhas e imperfeições, que podem resultar em atrasos no seu processo. 

O recomendado é que se busque por um tradutor jurídico com amplo conhecimento das leis tanto do país onde os documentos serão utilizados, quanto do país em que o documento foi emitido.

Dessa forma, evitam-se constrangimentos, refações e custos extras com a solicitação de uma nova tradução.

Quais são os desafios da tradução jurídica?

martelo de madeira em cima de papel de tradução jurídica de forma ilustrativa

Em suma, o principal desafio relacionado a esse tipo de tradução é justamente as terminologias específicas que a envolvem.

Fatores culturais e sociais devem ser considerados a fim de adaptar a mensagem transmitida nos documentos para um novo idioma, sem que se perca o sentido geral do documento original. 

Dominar todas as nuances que envolvem as leis de ambos os países, bem como conseguir identificar qual o termo mais adequado para aquela situação específica também requer que o profissional esteja em constante aperfeiçoamento do seu conhecimento.

Tradução jurídica ou juramentada: qual escolher? 

Embora tenham muitas semelhanças, a tradução juramentada e a tradução jurídica não são a mesma coisa. 

Enquanto a tradução jurídica é destinada exclusivamente a documentos judiciais, relacionados às leis e processos, a tradução juramentada se aplica a todo e qualquer documento considerado oficial. 

Todavia, uma não anula a outra, sendo que o mesmo documento pode passar pelos dois tipos de tradução. Essa situação ocorre justamente quando o conteúdo exige a validação legal, atestada exclusivamente por um tradutor juramentado. 

Onde encontrar um bom tradutor jurídico?

A escolha de um bom profissional para realizar sua tradução jurídica é fundamental para garantir a qualidade do serviço executado. 

Isso porque, conforme explicamos acima, apenas o domínio do idioma não é suficiente para realizar a transposição do conteúdo de documentos judiciais. 

Encontrar um tradutor jurídico que tenha pleno conhecimento das leis, bem como as ferramentas adequadas para desempenhar tal função é indispensável para que nenhum erro atrapalhe o seu processo ou ainda, lhe cause prejuízos financeiros. 

O mais indicado, é procurar por uma empresa especializada nesse tipo de tradução, visando contar com toda assessoria e expertise necessária nestes casos. 

A Click Traduções conta com um extenso banco de profissionais com conhecimento nas mais diferentes áreas de atuação, que estão prontos para receber e executar suas demandas com a qualidade e excelência necessárias. 



Open chat