Como é a tradução jurídica para processos internacionais?

Descubra já quais documentos precisam de tradução jurídica em um processo judicial internacional 

Quando se trata de tradução de processos judiciais – ou traduções jurídicas, como são chamadas -, há quem diga que toda informação ainda é pouco para compreender todos os trâmites de forma completa. 

Isso porque, existem uma série de regulamentações e pormenores que devem ser avaliados para determinar se há necessidade de tal tradução ou não. Da mesma forma, é preciso considerar as leis estabelecidas pelo país em questão. 

Nestes casos, é preciso entender a fundo o que realmente é uma tradução jurídica, como ela é feita, quais documentos costumam ser traduzidos e sua importância para o processo. 

Pensando nisso, trouxemos a seguir um conteúdo completo para te deixar por dentro do assunto. Acompanhe! 

O que é a tradução jurídica? 

Em resumo, tradução jurídica é o nome dado ao processo de transposição de linguagem feita exclusivamente em documentos jurídicos – aqueles utilizados em processos judiciais. 

Ela costuma ser necessária, sempre que alguma das partes não é nativo do país em que corre o processo. Isso é válido tanto para brasileiros com processos no exterior, quanto para estrangeiros com processos em andamento no Brasil.

Para simplificar ainda mais, basta ter em mente que, se os documentos solicitados para entrar nos autos do processo não estiverem na língua nativa do país, precisarão ser traduzidos. 

Quem pode fazer uma tradução jurídica? 

Assim como em outras modalidades, é necessário que um profissional capacitado faça o processo de tradução dos seus documentos. 

Por se tratar de uma linguagem mais técnica, que exige coerência e precisão das informações, é indispensável que o tradutor tenha pleno conhecimento para transpor o conteúdo de forma que nenhum conteúdo seja perdido durante a tradução

Deve-se considerar também, seu entendimento no que diz respeito à cultura, e, principalmente, do sistema judiciário do país em questão, uma vez que qualquer informação incorreta ou imprecisa pode prejudicar o resultado da ação. 

Quais documentos precisam dela?

tradutor realizando trabalho de tradução jurídica

Embora seja impossível afirmar com precisão quais os documentos podem ser necessários traduzir, existem alguns que são mais comumente solicitados por instituições internacionais, escritórios de advocacia e afins. 

São eles: 

  • Transcrições de autos;
  • Declarações testemunhais;
  • Relatórios oficiais; 
  • Sentenças judiciais;
  • Contratos; 
  • Documentos financeiros; 
  • Gravações em CD ou DVD;
  • Depósito de patentes; 
  • Dentre outros. 

No entanto, vale ressaltar que em um processo judicial, muitos outros documentos podem ser considerados jurídicos, e portanto, é importante certificar-se caso a caso para se ter certeza do que deve ser traduzido. 

Além disso, documentações pessoais como passaporte, certidões de nascimento e afins, que exigem necessariamente a tradução juramentada, também podem entrar no processo. 

Tradução técnica simples ou juramentada: por qual delas devo optar?

Embora seja possível optar por ambas as técnicas para fazer uma tradução jurídica, é necessário compreender no que implica cada uma e qual a mais indicada para o seu caso. 

A tradução simples é recomendada para documentos não oficiais, como por exemplo, artigos acadêmicos, páginas de site, e-mails, cartas, dentre outros, e pode ser feita por qualquer pessoa que tenha domínio do idioma em questão. 

Já a tradução juramentada, como explicamos anteriormente, é indicada para documentos oficiais – certidões, passaportes, diplomas, certificados – que possuem validade legal. A tradução juramentada é feita por um tradutor juramentado concursado e dotado de fé pública.

Atualmente, existem diversas empresas especializadas neste tipo de tradução, que contam com profissionais que têm a expertise necessária para executar essas demandas. 

Qual a importância dessa tradução para processos internacionais?

A tradução jurídica é indispensável para processos internacionais e fazer com os documentos sejam compreendidos e legitimados no processo em questão. 

Ela também se faz necessária para comprovar a validade dos documentos apresentados, uma vez que com a tradução juramentada, eles passam a ser válidos legalmente no país, e, consequentemente, aceitos na ação judicial. 

Contudo, conforme explicamos anteriormente, é de suma importância que todo processo seja feito de forma cautelosa e minuciosa, tendo em vista que o menor erro pode trazer sérias consequências e até mesmo prejuízos financeiros.

Por isso, escolha a Click Traduções para te auxiliar, pesquise sobre sua reputação e experiência, e conte com profissionais qualificados para entender suas necessidades e desenvolver um trabalho com a qualidade que a situação exige!



Open chat