Brexit: o que muda na Europa e no que isso pode me afetar

Veja o que muda na Europa com a oficialização do Brexit e como os serviços de tradução de documentos serão essenciais nesse processo.

Após anos de negociações, a União Europeia e o Reino Unido finalmente chegaram a um consenso em relação ao Brexit poucos dias antes do final do período de transição. O acordo foi assinado por ambas as partes em 30 de dezembro de 2020.

Ele cobre todos os aspectos do relacionamento futuro entre a UE e o Reino Unido, incluindo segurança, comércio, educação, tradução de documentos e muito mais!

Continue lendo para descobrir mais sobre o que muda na hora de visitar a Europa

Viagens para o Reino Unido e Europa após o Brexit

Portadores de passaporte brasileiro e de vários outros países latino-americanos podem continuar visitando o Reino Unido e o Espaço Schengen por um curto período sem solicitar um visto, isso não será afetado pelo Brexit.

Em relação ao Reino Unido, os visitantes sem visto podem ficar até 6 meses de férias ou para passar tempo com a família e amigos. Não é possível trabalhar no Reino Unido sem visto e a documentação adequada (que podem precisar de tradução juramentada).

Da mesma forma, os portadores de passaporte brasileiro também podem visitar o Espaço Schengen sem solicitar um visto. A permanência total permitida, neste caso, é de 90 dias para qualquer período de 180 dias. Novamente, as finalidades das viagens são limitadas ao turismo e às atividades de negócios.

Mesmo depois do Brexit será possível viajar entre a América Latina, o Reino Unido e a UE sem visto, desde que todos os critérios sejam atendidos.

Isenção de visto

A União Europeia lançará o ETIAS, o Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem, no final de 2022.

Os viajantes de países com isenção de visto, incluindo o Brasil, precisarão se inscrever para a nova licença antes de seguirem para o Espaço Schengen. 

A autorização de viagem será aceita para viagens múltiplas ao Espaço Schengen e será válida por 3 anos.

O Reino Unido também pretende introduzir uma autorização de viagem eletrônica semelhante. Neste caso, os viajantes precisarão de 2 autorizações antes de seguir para a Europa, uma para entrar no Reino Unido e outra para entrar no Espaço Schengen.

Vale ressaltar que isso não é resultado do Brexit. Mesmo antes da separação, o Reino Unido não fazia parte do Espaço Schengen e tinha sua própria política de vistos.

O impacto na vida dos cidadãos

O acordo UE-Reino Unido afeta as viagens, mas apenas para cidadãos e residentes britânicos e da UE. A primeira grande diferença é quanto tempo os titulares de passaportes do Reino Unido podem permanecer em um país europeu.

Agora que o Reino Unido saiu da UE, seus cidadãos são nacionais de países terceiros, assim como os brasileiros. A liberdade de circulação chegou ao fim e os britânicos só poderão permanecer num país da UE por um máximo de 90 dias em cada período de 180 dias sem visto.

Os portadores de passaporte do Reino Unido também precisarão solicitar uma autorização ETIAS assim que a nova autorização de viagem estiver disponível.

Outras regras também estão mudando, incluindo passaportes de animais de estimação, seguro de saúde para viagens e tarifas de roaming. Os portadores de passaporte britânico precisam verificar todos os requisitos detalhadamente antes de sua primeira viagem pós-Brexit para um destino na UE.

O comércio depois do Brexit

A relação comercial entre a UE e o Reino Unido após o Brexit é moldada pelo novo acordo, que estabelece que não haverá tarifas sobre as mercadorias e nem limites para a quantidade que pode ser comercializada. 

Isso foi um alívio para muitos que temiam aumentos de preços caso os dois lados não conseguissem chegar a um denominador comum.

No entanto, existem alguns novos procedimentos nos portos com a introdução dos controles de segurança e das declarações aduaneiras. Por esse motivo, as empresas agora têm que se adaptar ao novo protocolo.

O governo britânico vem negociando acordos com outros países após o Brexit. O Reino Unido fez acordos com o Brasil sobre serviços financeiros, tributação e crescimento sustentável.

Impacto no Brasil

A saída do Reino Unido da UE terá impacto mínimo no comércio bilateral entre o Reino Unido e o Brasil no curto prazo.

No entanto, no curto a médio prazo, o enfraquecimento da UE terá um efeito mais marcante nas receitas de exportação do Brasil, já que a UE é o maior mercado de exportação do Brasil: representa 19% do total das exportações de mercadorias, seguida pela China (18%) 

A nível regional, é provável que a América Latina veja uma redução no investimento, uma vez que o sentimento moderado das empresas da UE mantém o euro fraco. Veja mais algumas consequências:

Implicações Positivas

  • Algumas economias latino-americanas podem se beneficiar se os investidores do Reino Unido buscarem oportunidades fora da UE no caso de um resultado do Brexit que limite bastante o acesso do Reino Unido ao Espaço Econômico Europeu. 
  • Atrasos na conclusão de acordos comerciais atualmente em negociação pela UE (como a Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento, TTIP) poderiam ser benéficos para os países latino-americanos que comercializam bastante com os EUA. 
  • Um mercado de exportação da UE mais fraco poderia fornecer o impulso necessário para a diversificação das exportações de commodities primárias.

Implicações Negativas

  • A Europa é a principal fonte de investimento estrangeiro na América Latina e seu segundo maior parceiro comercial, portanto, uma UE mais fraca pode reduzir as perspectivas de crescimento no médio a longo prazo.
  • O dólar mais forte está aumentando o peso da dívida dos governos regionais e empresas com dívidas elevadas em dólares.

Conte com especialistas

Como você percebeu, com a oficialização da negociação entre o Reino Unido e União Europeia, alguns processos deverão ficar mais estritos, o que demandará muito mais atenção e cautela. 

Um bom exemplo será a necessidade da tradução juramentada em diversas operações internacionais, que garante a veracidade dos documentos nas transações comerciais.

Caso você planeje viajar, seja para trabalhar ou para estudar, é fundamental deixar os processos de tradução de documentos com profissionais qualificados.

Nesse caso, nada melhor do que contar com quem já é especialista no assunto, a Click Traduções.
Entre em contato com nossa equipe e veja como podemos transformar sua ida para a Europa em um processo tranquilo e descomplicado.



Open chat