Países que não precisam de visto necessitam de documentos traduzidos?

Entenda em quais momentos a tradução juramentada dos seus documentos pode ser exigida

Ao se planejar para fazer uma viagem internacional, muitas pessoas se deparam com diversos processos burocráticos, dos quais nunca ouviu falar e que, caso não sejam feitos corretamente, podem prejudicar as tão sonhadas férias. 

Como exemplo, podemos mencionar a necessidade de solicitar o visto de permanência ao Consulado, ou até mesmo de realizar a tradução juramentada dos documentos, para o caso de intercâmbios de trabalho ou estudo. 

No entanto, mesmo para países que não precisam de visto, é comum surgirem dúvidas a respeito dos procedimentos obrigatórios exigidos aos viajantes e, é justamente sobre isso que vamos falar no conteúdo de hoje. Acompanhe!

Organizando os documentos para viajar 

A organização da documentação é um passo fundamental para quem deseja viajar ao exterior. Tirar o passaporte, atualizar a carteira de vacinação e dar entrada no processo de visto são algumas das etapas indispensáveis no planejamento. 

Neste sentido, você pode se deparar com a possibilidade de realizar uma tradução pública dos seus documentos, que é destinada à transposição das informações para o idioma oficial do destino e tem a função de garantir a validade legal de documentos oficiais no exterior.

Basicamente, o que vai determinar se deve ou não fazê-la é justamente o objetivo da sua viagem. 

Quando a tradução dos documentos não é necessária?

A tradução juramentada de documentos normalmente não é necessária em dois casos específicos citados abaixo

Viagens curtas a trabalho 

Se o viajante vai para outro país a trabalho e pretende passar um tempo menor do que seis meses, esse tipo de tradução não costuma ser exigida. 

Isso porque, a maioria dos países não solicitam a tradução pública para turistas temporários que não vão de fato exercer a profissão em território estrangeiro. 

Neste cenário, enquadram-se profissionais que vão ao país para reuniões, conferências, eventos e outras ocasiões semelhantes.

Viagens de turismo

pessoa se programando para viagem de turismo em países que não precisam de visto

O mesmo vale para quem vai ao exterior em uma viagem de férias, em que os documentos oficiais não serão utilizados com nenhuma finalidade comprobatória, como é o caso dos estudantes de intercâmbio, por exemplo.

Quando a tradução dos documentos é necessária?

Já para quem deseja passar um tempo maior do que seis meses no exterior, a tradução dos documentos pode ser exigida, uma vez que será necessário solicitar o visto de permanência para as autoridades de imigração.

Para trabalhar

Se o objetivo é trabalhar no exterior, a tradução juramentada de documentos como passaporte, diploma, histórico escolar e, em alguns casos, até mesmo da certidão de nascimento deve ser realizada ainda no Brasil. 

Sem ela, os documentos apresentados não terão a validade legal garantida e dificilmente serão aceitos pelas instituições internacionais. 

Para estudar 

A mesma regra se aplica para quem vai realizar um intercâmbio de estudos, terminar o ensino médio ou ainda fazer uma pós-graduação e mestrado em outro país. 

Ainda que alguns países que não precisam de visto aceitem estudantes brasileiros, é indispensável traduzir os documentos oficiais que comprovam sua escolaridade atual no Brasil, bem como documentos pessoais exigidos na matrícula. 

Diplomas anteriores, certidão de nascimento, passaporte, carteira de habilitação e carteira de vacinação devem passar pela tradução para ter sua validade comprovada. 

Para morar de forma permanente

Emigrar de forma permanente também precisa da tradução pública de documentos, tendo em vista que solicitação de visto para residência ou solicitação de dupla cidadania exige que os documentos sejam traduzidos ao idioma oficial do país. 

Para esses processos, é recomendado se certificar sobre qual a documentação exigida, a fim de garantir que terá em mãos todos os documentos para obter sucesso no seu processo. 

Além dos já mencionados anteriormente, pode ser necessário traduzir documentos financeiros como extratos bancários, Imposto de Renda, certidão de casamento ou óbito. 

Como fazer a tradução dos documentos? 

Nos casos em que a tradução juramentada é obrigatória, o melhor a se fazer é procurar por uma empresa especializada neste tipo de processo. 

Isso porque, contar com a expertise e experiência de profissionais qualificados é com certeza uma forma de se prevenir contra atrasos e embates na sua imigração. 

Além disso, é preciso ressaltar que esse tipo de tradução só pode ser realizada por um tradutor juramentado concursado e credenciado à Junta Comercial do Estado em que atua, uma vez que somente assim o documento possui validade legal no exterior. 

Na Click Traduções contamos com um banco de profissionais altamente capacitados para te ajudar na imigração em países que não precisam de visto, com agilidade e excelência. 

Outro diferencial está atrelado ao fato de que somos uma empresa 100% digital, com processos descomplicados e que te poupam tempo com burocracias desnecessárias e te dão toda a segurança de que precisa. 

Entre em contato com nossa equipe e faça um orçamento. Será um prazer atendê-lo(a)!



Open chat