Países que exigem o certificado de vacinação internacional

Entenda a importância do documento e como consegui-lo para evitar surpresas em sua viagem ao exterior

Também conhecido como “passaporte da vacina”, o certificado de vacinação internacional é indispensável para algumas viagens ao exterior. 

Ele funciona como um documento comprobatório de que você está devidamente imunizado contra determinadas doenças. E, embora ainda não seja um documento obrigatório em todos os países, vem sendo cada vez mais solicitado, principalmente depois do surgimento da COVID-19.

No atual cenário pandêmico, muitos territórios passaram a exigir sua apresentação ainda no embarque, o que limitou a entrada de estrangeiros ainda não vacinados e pegou alguns viajantes desavisados de surpresa. 

O que é o certificado de vacinação internacional?

Mas afinal, o que de fato é o certificado de vacinação internacional? Trata-se de um documento que comprova internacionalmente a vacinação contra doenças determinadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). 

Ele é baseado no Regulamento Sanitário Internacional e visa prevenir e barrar a entrada de doenças em um país, bem como proteger o viajante de possíveis contágios em território estrangeiro.

Ainda que não seja solicitado por todos os países, é importante que o viajante tenha a caderneta de vacinas atualizada para evitar problemas de saúde durante o tempo em que estiver no exterior.

Quais vacinas devem constar no documento?

Embora as vacinas exigidas possam variar de acordo com o destino escolhido, há determinadas vacinas que são unanimidade entre os países que solicitam o documento. 

A vacinação completa contra febre amarela é uma delas. No entanto, para que seja considerada válida, é preciso ter tomado a dose completa, e não somente a fracionada, com pelo menos 10 dias de antecedência. 

Outra vacina exigida pela maioria dos países, é a contra a COVID-19. Sem pelo menos as duas doses completas, você não poderá entrar em países da Europa, Estados Unidos e muitos outros territórios estrangeiros.

Vale ressaltar que é indispensável pesquisar sobre os demais imunizantes exigidos pelo país de destino a fim de evitar surpresas desagradáveis na hora do embarque.

Como conseguir o certificado de vacinação internacional?

mulher segurando o certificado de vacinação internacional após realização de tradução juramentada.

Até meados de 2020, o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia só era emitido de forma presencial, ou seja, era preciso comparecer em um Centro de Orientação ao Viajante para consegui-lo. 

No entanto, com as mudanças causadas pela pandemia, hoje em dia já é possível conseguir o documento de forma digital. 

Para isso, é necessário realizar um pré-cadastro no site da Anvisa, preenchendo suas informações pessoais solicitadas e informando um e-mail válido para receber o documento online. 

Quais países exigem a apresentação do documento na imigração? 

A lista de países que exigem o Certificado Internacional de Vacinação é extensa e conta com mais de 100 territórios. Dentre os principais destinos dos brasileiros, podemos destacar: 

  • África do Sul;
  • Austrália;
  • Bahamas;
  • Bolívia;
  • China;
  • Colômbia;
  • Costa Rica;
  • Curaçao;
  • Coreia do Norte;
  • Egito;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Equador;
  • Jamaica;
  • Maldivas;
  • Panamá;
  • Tailândia. 

Vale ressaltar que deve-se consultar as regras estabelecidas no país para se programar com antecedência e tomar as vacinas exigidas.

Preciso traduzi-lo para o idioma do país de origem?

Uma das dúvidas mais comuns relacionadas à emissão do certificado internacional de vacinação está relacionada justamente à tradução juramentada destes documentos. 

Isso porque, a tradução juramentada do certificado de vacinação internacional é sim, exigida por alguns países, principalmente nos casos de intercâmbio e trabalho no exterior.

Ela é solicitada para garantir que as autoridades competentes no exterior consigam avaliar as informações e se certificar acerca da validade legal dos documentos apresentados pelo imigrante.

Além disso, ela é importante para que, no caso de doenças e emergências médicas, os profissionais da área da saúde possam estar a par do seu histórico médico de vacinas para tomar as medidas cabíveis e seguras na situação. 

Como realizar a tradução juramentada do meu certificado de vacinação internacional?

Com o documento em mãos, você vai precisar apenas encontrar uma empresa especializada neste tipo de serviço para garantir a validade legal da sua carteira de vacinas no exterior. 

É importante se certificar de que o profissional que irá realizar a tradução seja um tradutor juramentado concursado e cadastrado na Junta Comercial do seu estado. Só assim, você terá a certeza de que seus documentos serão traduzidos com a qualidade necessária. 

Nos dias de hoje, já é possível realizar este tipo de serviço de forma totalmente digital, sem qualquer burocracia ou complicação. 

Na Click Traduções, todo processo é feito online, desde o orçamento à execução, além de contar com um grande banco de dados de tradutores juramentados e técnicos com expertise em diversas áreas de conhecimento.

Conheça nossos serviços! Entre em contato com a nossa equipe e peça o seu orçamento!



Open chat